Ala 31 – Prazer! Pode me chamar de Cangaceiro Maluco

Alegoria 06 – De volta para casa, com milhares de histórias a contar no País das Maravilhas

Ala 30 – Pirata

Ala 29 – Peter Pan

Ala 28 – Ligeirinho

Tripé 03 – O Mágico de Oz

Ala 27 (crianças) – Bruxas e magos

Ala 26 (baianas) – Chapeuzinho Vermelho

Ala 25 – Zé Carioca

Alegoria 05 – Da coroa do Rei momo ao chapéu do malandro, o Cangaceiro cai no samba na corte do Carnaval

Ala 24 – Arlequins, Pierrôs e Colombinas

Ala 23  (Galeria da Velha Guarda) – Meu chapéu Panamá

2º Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira – Chapéu do reggae e seu axé

Ala 22 – Chapéu country

Ala 21 – Chapéu de palha

Ala 20 – Meu Maracatu

Ala 19 – Coração seco do Cangaço

Alegoria 04 – O Rei do Pop e também do chapéu

Ala 18 – Famosos anônimos

Ala 17 – Rainha Elizabeth

Tripé 02 – Meu palco em frutas
+
Ala 16 – Malandros de Carmen

Ala 15 – Charles Chaplin

Ala 14 – Santos Dummont

Ala 13 – Napoleão Bonaparte

Alegoria 03 – França, do chapéu antigo a moda mundial

Ala 12 – O chapéu medieval

Ala 11 – Os Vikings

Tripé 01 – A coroa da nobreza

Ala 10 – O elmo guerreiro

Ala 09 – Bonnet Rouge

Ala 08 – Pétaso, o primeiro denominado chapéu

Alegoria 02 – O grande culto ecumênico

Ala 07 – Mitra, símbolo de poder e santidade

Ala 06 – Solidéu, um “chapéu” entre muitas religiões

Ala 05(bateria) – Ogã Alabe

Ala 04(passistas) – Babalorixás e Yalorixás

Ala 03 – Adês, Religiões antigas

Destaque de chão 01Exu, o mensageiro de cartola

Alegoria 01 – O Egito Antigo e sua hierarquia demonstrada pelo chapéu

Ala 02
Os escravos egípcios.

Ala 01 – A pré-história

1º Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira – Embarque encantado

Guardiões – Ventos dos tempos

Comissão de Frente – Uma chapelada de tirar o chapéu!